Secretaria corrige nº de mortes em atropelamento na BA

Cerca de 30 pessoas que participavam de uma festa de comemoração pelo dia das crianças, promovida pela Comercial de Materiais de Construção Portal da Ilha, na Avenida Areial, bairro de Gameleira, em Vera Cruz, Ilha de Itaparica (BA), foram atropeladas por um caminhão da própria empresa, por volta das 11 horas de hoje. Quatro pessoas, das quais três crianças, de entre 6 e 7 anos, um adolescente de 14 e uma mulher de 39 morreram no acidente. Pelo menos 20 outras pessoas ficaram feridas.

SALVADOR, Agência Estado

15 Outubro 2011 | 19h51

Segundo testemunhas, cerca de 200 pessoas participavam da celebração, que era realizada anualmente. As vítimas estavam sob um toldo instalado na frente da loja, sobre a calçada. O acidente teria acontecido porque o caminhão, que estava estacionado em uma subida da avenida, conhecida como ladeira da Gameleira, era seguro por um calço colocado atrás de uma das rodas e uma pessoa teria tirado o apoio. Desgovernado, com carga extra (estava carregado com 600 sacos de argamassa) e sem motorista, o veículo avançou sobre as pessoas. Uma das hipóteses apontadas pela polícia é que o veículo estivesse com problemas nos freios. O caminhão passará por perícia técnica.

A mulher, Lia Telma Santana, morreu no local. Duas crianças, uma menina e um menino, de 7 e 8 anos, respectivamente, e um adolescente de 14 chegaram a ser atendidos por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiram aos ferimentos e morreram antes de chegar ao hospital.

Os feridos foram levados para o Hospital Geral de Itaparica e as crianças com quadro de saúde mais grave, encaminhadas para o Hospital Geral do Estado (HGE) e para o Hospital do Subúrbio, ambos em Salvador. Para os traslados, foi utilizado um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer).

Mais conteúdo sobre:
violênciatrânsitoBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.