Secretaria nega redução na vazão do Cantareira

A Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos voltou a negar que tenha sido determinada redução na vazão do Sistema Cantareira no final de agosto, conforme consta de comunicado divulgado pelo Grupo Técnico de Assessoramento para Gestão do Sistema Cantareira (GTAG). Em nota, na noite desta segunda-feira,01, a assessoria de imprensa da Secretaria informou não ter havido acordo ou decisão sobre a redução na vazão.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Estadão Conteúdo

01 Setembro 2014 | 21h22

Já o comunicado do GTAG informa que, "durante a reunião iniciada no dia 21 de agosto no Departamento de Água e Energia Elétrica de São Paulo (DAEE), a Agência Nacional de Águas (ANA) e o DAEE acordaram a redução da vazão de defluência (saída de água) pelo túnel cinco do Sistema Cantareira (Região Metropolitana de São Paulo), de 19,7 m3/s para 18,1 m3/s a partir de 30 de setembro, e pela redução, também pelo túnel cinco, para 17,1 m3/s a partir do dia 31 de outubro."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.