Secretário de Segurança do RS estima ao menos 95 mortos

O secretário de Segurança do Rio Grande do Sul, Airton Michels, afirmou que toda a equipe de segurança do Estado está mobilizada para salvar as pessoas e trabalhando na identificação dos corpos no incêndio que atingiu a boate Kiss, em Santa Maria, região central do Estado, na madrugada deste domingo.

TÁSSIA KASTNER, Agência Estado

27 de janeiro de 2013 | 09h41

Na contagem do secretário, até pouco antes das 9h da manhã, era possível confirmar a morte de 95 pessoas, mas o corpo de bombeiros da cidade já havia utilizado dois caminhões que transportavam 70 corpos de vítimas, cada. "O número de mortos ainda é precipitado, mas alto. A última informação que eu tenho é 95", afirmou o secretário. "É deplorável, estamos absolutamente solidários", complementou.

Michels disse ainda que não há informações oficiais sobre as causas do incêndio, mas há indicativo de que um artista que estava no palco acendeu um material inflamável, que teria atingido a espuma de isolamento acústico do local. Segundo ele, as vítimas teriam morrido asfixiadas. Os corpos estão sendo levados para o Centro Desportivo Municipal.

Tudo o que sabemos sobre:
incêndioRSSanta Mariaboatemortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.