Seguem buscas por vítima levada por correnteza no PR

Os bombeiros continuam as buscas a uma pessoa que está desaparecida desde a última sexta-feira, quando foi levada pela correnteza do Rio Atuba, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba, segundo informações da Defesa Civil do Estado.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 11h22

Além do desaparecimento causado pelos temporais, cerca de 30.700 moradores de 31 municípios foram afetados pelas chuvas. Desse total, 287 estão desabrigados - aqueles que perderam tudo e precisam de abrigos públicos - e 1.583 estão desalojados - aqueles que podem contar com a ajuda de vizinhos e familiares.

Na noite de ontem, chuvas acompanhadas de ventos fortes causaram estragos em Cascavel, Marechal Cândido Rondon e Toledo. Em Cascavel, houve diversas quedas de árvores, o que causou uma série de solicitações para o Corpo de Bombeiros da cidade. Nenhuma das chamadas registrou alguma casa afetada ou a necessidade de retirar famílias para abrigos.

Em Marechal Cândido Rondon, a chuva e o vento, que chegou a 135 km/h, provocaram estragos em pelo menos dez casas. Toledo foi a cidade mais afetada. Estima-se que 30 casas foram destelhadas total ou parcialmente e muitas árvores caíram após os temporais.

Em Pato Branco, dois córregos que cortam a cidade transbordaram, alagando cerca de 30 casas e edificações comerciais, além do Hospital do Câncer. Após a chuva, o nível de água reduziu e foi possível a permanência dos moradores nas casas. Não houve desalojados ou desabrigados.

Toledo e Marechal Cândido Rondon se somam aos outros 29 municípios que, desde o último dia 21, contabilizam danos provocados pelas chuvas e vendavais.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasPRbuscas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.