Segunda vítima de naufrágio no Paranoá é identificada

O corpo da segunda vítima do naufrágio de um barco no Lago Paranoá na noite de ontem foi identificado. Trata-se de Flávia Daniela Pereira Dornel, de 22 anos. A informação foi confirmada pelo delegado Adval Cardoso de Matos, titular da 10.ª Delegacia de Polícia e encarregado do inquérito criminal sobre o acidente.

VANNILDO MENDES, Agência Estado

23 de maio de 2011 | 15h58

Flávia era irmã da promoter da confraternização que ocorria no barco, Vanda Pereira Dornel, sobrevivente do acidente. Vanda prestou depoimento pela manhã e disse que faz eventos há anos neste e em outros barcos e que nunca houve acidentes. Ela contrata os barcos e realiza as festas. Dessa vez, participavam da festa amigos e parentes e alguns outros convidados, que pagavam entre R$ 50 e R$ 60.

No depoimento, Vanda informou também que havia 110 coletes salva-vidas com fácil acesso e que, como de praxe, na hora do embarque os passageiros receberam instruções sobre o uso dos coletes e sobre como agir em caso de emergência.

Havia 104 pessoas a bordo, das quais 94 resgatadas com vida, duas mortas e oito desaparecidas. Entre os mortos, um bebê de sete meses. A lista está sendo checada, pois ainda há controvérsias, uma vez que pode haver homônimos.

Segundo o delegado Adval, havia bebida a bordo e por isso foi feito teste de bafômetro no comandante da embarcação, Airton Carvalho da Silva. O exame deu negativo. Mesmo assim, ele poderá ser indiciado por crime culposo, se ficar constatado que houve falhas de procedimentos da tripulação que contribuíram para a ocorrência do acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
barcoacidentenaufrágioLago Paranoá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.