Lucio Bernardo Junior / Câmara dos Deputados
Lucio Bernardo Junior / Câmara dos Deputados

Segundo município com mais mortes por covid no Rio, Duque de Caxias reabre o comércio

Prefeito garante que sistema de saúde da cidade está preparado para atender os infectados pelo novo coronavírus

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2020 | 09h19

RIO - Segundo município com maior quantidade de mortes por covid-19 no Estado do Rio e com índice de mortalidade pela doença de 15,3% em relação ao total de infectados, a cidade de Duque de Caxias afrouxou as normas de isolamento e reabriu seu comércio nesta segunda-feira, 25.

A cidade da Baixada Fluminense tinha, até este domingo, 1.184 casos confirmados do novo coronavírus, com 182 mortes. Apesar da alta taxa de mortes pela doença, o prefeito de Caxias, Washington Reis (MDB), assegura que o afrouxamento das regras de isolamento é seguro.

Questionado sobre qual o embasamento para reabrir o comércio, o prefeito declarou à TV Globo que "é com base no dia a dia", e acrescentou que o sistema de saúde do município está preparando para atender os infectados pela covid-19.

"Duque de Caxias, nós criamos uma infraestrutura de saúde, não é de hoje. Não foi por causa do coronavírus", declarou Reis, afirmando ainda que o município ampliou sua rede de atendimento nos últimos 42 dias. O curioso é que o próprio Washington Reis foi diagnosticado com covid-19 em abril, mas preferiu se tratar em um hospital particular na zona sul do Rio.

O decreto que autoriza a reabertura geral do comércio impõe algumas regras. Entre elas está a exigência aos clientes para que utilizem máscaras. Os comerciantes, por sua vez, devem fornecer os equipamentos de proteção aos funcionários, disponibilizar álcool em gel e limitar o atendimento ao público a 30% da capacidade de lotação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.