Segurança no Palácio Guanabara é reforçada

Pelo menos 300 policiais militares estão concentrados na porta do Palácio Guanabara (sede administrativa do governo do Estado do Rio, em Laranjeiras, zona sul do Rio), de onde sairão para iniciar o fechamento da rua Pinheiro Machado e do túnel Santa Bárbara no sentido Cidade Nova (região central) zona sul.

LUCIANA NUNES LEAL, ROBERTA PENNAFORT E SERGIO TORRES, Agência Estado

22 de julho de 2013 | 15h13

O secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório, esclareceu que não será possível ter qualquer visão do papa Francisco em sua visita ao Palácio, nesta tarde, quando ele será saudado pela presidente Dilma Rousseff, o governador Sérgio Cabral, e o prefeito Eduardo Paes. A sede do governo do Rio receberá, a partir das 17h, 650 convidados que participarão da cerimônia de boas vindas do papa Francisco.

"Não haverá qualquer acesso. A recomendação aos cariocas e peregrinos que queiram ter contato com o papa é que vão ao Centro. Lá terão excelente oportunidade de estar bem próximos ao Santo Padre", recomendou Osório, referindo-se ao trajeto que o papa fará em jipe aberto.

A previsão é que o desfile aconteça entre 17h e 18h, sendo que o fechamento do trânsito e gradeamento da área por onde o veículo passará começa às 15h. Do centro até o Palácio, em Laranjeiras, o trajeto será feito de helicóptero, o que deve durar poucos minutos.

O secretário não respondeu se o isolamento total do Palácio se deve ao fato de o prédio ter sido alvo de manifestações, inclusive com violência, no último mês, nem comentou o fato de outros protestos terem sido agendados para esta segunda-feira, 22, no horário da visita do papa.

Duas manifestações foram marcadas para o final da tarde em Laranjeiras, um deles, convocado pela Associação dos Ateus e Agnósticos (Atea), previsto para a frente do Guanabara. No Largo do Machado, a 1 km de distância, o ato está sendo convocado pela rede Anonymus.

Responsável pelo gerenciamento da interrupção do trânsito na região do Guanabara, o Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que também serão interditados o viaduto Engenheiro Noronha e o elevado 31 de março,

no sentido Zona Sul.

Tudo o que sabemos sobre:
papasegurança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.