Seguranças recebem treinamento para a missa do papa

Dezenas de seguranças que trabalham no Santuário Nacional de Aparecida receberam na tarde desta segunda-feira um treinamento especial para o uso dos detectores de metais e aparelho de raio x durante a missa a ser celebrada pelo Papa Francisco na próxima quarta-feira, 24.

GERSON MONTEIRO, Agência Estado

22 de julho de 2013 | 18h56

No total serão nove pontos instalados no entorno do Santuário que receberão portais para detecção de metais e aparelhos capazes de identificar artefatos explosivos ou outros materiais que possam colocar outras pessoas sob algum risco.

"Com esses aparelhos eles serão capazes de identificar objetos por tom de cor e contorno", explicou o técnico Valdinei da Silva, responsável pelo treinamento do pessoal.

Além dos seguranças do Santuário, dentro da igreja atuarão ainda agentes do Vaticano, homens da Polícia Federal e seguranças a paisana. Militares das Forças Armadas, em conjunto com a Polícia Militar, trabalharão na segurança de todo o evento. Cinco mil militares vão garantir a segurança do papa e dos fiéis.

O papa Francisco deve chegar a Aparecida a bordo de um helicóptero por volta de 9h15 de quarta-feira. A missa está marcada para as 10h30 no Santuário Nacional. Depois de um almoço festivo o pontífice embarca para o Rio de Janeiro, onde cumpre compromissos da Jornada Mundial da Juventude, por volta de 16h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.