Seis morrem na Argélia após terremoto provocar pânico na capital

Ao menos seis pessoas morreram depois de um terremoto de magnitude 5,5 atingir nesta sexta-feira o sudeste da capital da Argélia, Argel, causando pânico e levando as famílias a correrem para as ruas, disseram as autoridades.

REUTERS

01 Agosto 2014 | 11h55

O Serviço Geológico dos Estados Unidos informou que o sismo ocorreu 14 quilômetros a sudeste de Argel e seu epicentro teve uma profundidade relativamente pequena, de cerca de 10 quilômetros.

Não houve notificação de grandes danos, de acordo com a televisão estatal argelina. Contudo, quatro pessoas morreram ao tentar saltar de janelas ou escapar em pânico de prédios, e outras duas sofreram ataque cardíaco, informou uma autoridade do setor da saúde.

A maioria dos argelinos ainda se lembra com clareza do maior terremoto recente no país, de 6,7 de magnitude, em 2003, que abalou a capital e arredores, matando pelo menos 2.000 pessoas e provocando o desmoronamento de edificações.

(Reportagem de Hamid Ould Ahmed)

Mais conteúdo sobre:
ARGELIATERREMOTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.