Zeca Wittner/AE
Zeca Wittner/AE

Sem medo de espinhos

Em vaso, cactos são boa opção às flores e ainda valorizam a decoração

Natália Mazzoni - O Estado de S. Paulo,

18 Junho 2011 | 16h00

Com seu visual impactante, os cactos não são bons apenas para quem quer ter um verdinho em casa, mas não tem muito tempo para cuidar de plantas. Em arranjos ou sozinhos em vasos são uma boa opção às flores e ainda podem dar um toque exótico à decoração. E a ideia de que eles traziam má sorte a quem os tivesse por perto ficou para trás.

 

O holandês radicado em Holambra Gerardus Olsthoorn trabalha com cactos e suculentas há 29 anos. "No começo do negócio, a maior parte das vendas era exportada para Holanda e Estados Unidos. Hoje isso já mudou bastante, o cacto é valorizado pelos paisagistas e pelo público em geral", diz. Em seu sítio de 10 hectares, Olsthoorn cultiva cerca de 900 espécies de cactos - segundo ele, há cerca de 1.400 em todo o mundo. "Algumas espécies realmente não são interessantes para o uso no paisagismo. Mas a variedade de formas e texturas é infinita, são muitas possibilidades", afirma.

 

O arquiteto e paisagista Fabio Morozini explica que esse tipo de planta cai bem em espaços com decoração mais limpa. "O cacto tem uma presença forte, por isso, é melhor evitar colocá-lo em espaços com muita informação. Uma dica é plantá-lo em vasos transparentes de acrílico, de estilo bem clean." Montar pequenas coleções também cria um forma interessante de apresentação. "Juntar três ou quatro cactos de espécies diferentes em uma mesa lateral ou de centro dá personalidade ao ambiente", sugere.

 

Em áreas externas, o cacto fica melhor também em jardins mais minimalistas, segundo o paisagista Alex Hanazaki. "Gosto de usar essas plantas como verdadeiras esculturas", diz Hanazaki. Outra sugestão do paisagista é fazer uma combinação com plantas de apelo tropical e volumosas. "O emprego do cacto pode criar um clima mais austero e frio. Se não for essa a intenção, misturá-lo com plantas como dasylirium, agaves e palmeiras-fênix torna a composição bem mais acolhedora", afirma.

 

 

Para inovar. Um dos destaques da mostra de decoração Casa Cor, o arquiteto Roberto Migotto apostou nos cactos em seu ambiente, o Concept Hall. Por todos os cantos, do living ao banheiro, há grandes vasos com variadas espécies. "Queria uma planta resistente à área externa e de manutenção simples. Além disso, gostaria de uma proposta diferente." A florista Toyoko Kamogawa montou os arranjos. "Plantar os cactos em vasos é uma forma elegante de exibir esse tipo de planta, que ganha destaque e fica ainda mais interessante", diz ela.

 

A florista diz que é fácil fazer os arranjos: em um vaso ou aquário, forre o fundo com areia, distribua as plantas, tomando cuidado para não destruir as raízes e finalize com pedriscos. E ainda dá uma: misture várias espécies em um mesmo recipiente. "A gente tem de aproveitar a variedade de tipos da planta. Um vaso pode ficar bom com apenas um cacto, mas também é interessante juntar vários, com formas, tamanhos e texturas diferentes para quebrar a monotonia." É importante lembrar que os cactos, que são originais de locais áridos, precisam de pouca água. Por isso, nos vasos não podem ser misturados com tipos de plantas que exigem rega frequente. Prontos os arranjos, é preciso escolher o melhor espaço para colocá-lo, lembrando que os cactos se desenvolvem melhor em ambientes arejados e que recebam luz do sol. "Esse tipo de composição fica muito elegante em lugares próximos a livros ou esculturas de arte", acredita o paisagista Rodrigo Oliveira.

 

* SÍMBOLO DE RESISTÊNCIA E FORÇA

Se há quem ainda acredite que um cacto leva má sorte para casa, pode deixar de lado esse pensamento. Cristina Ventura, especialista em feng shui, técnica chinesa que estuda a energia do ambiente, afirma que a planta nada tem de negativo. "Ela tem uma simbologia muito bonita. Representa sobrevivência, resistência e força. Não existe nenhum problema em colocá-la dentro de casa."

 

* 4 DICAS...

...para ter cactos saudáveis dentro de casa

 

Para vasos grandes

Rega 1 vez a cada 10 dias no verão e 1 vez por mês no inverno. Para evitar que morram por excesso de água, não devem ser plantados com outras variedades de plantas

Para vasos pequenos

Rega 1 vez por semana no verão e 1 vez a cada 3 semanas no inverno

 

O espaço ideal

Cactos precisam de luz do sol e boa ventilação

 

A melhor época

Os cactos mais vistosos, e alguns até com flores, podem ser comprados de setembro a dezembro

Mais conteúdo sobre:
cactosHolambra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.