Sem refrigeração, abertura de janela cria risco a paciente

Enquanto a falta de refrigeração adequada em parte do 8.º andar do Instituto Central do Hospital das Clínicas (ICHC) da USP é criticada por pacientes, mas ponderada por especialistas, uma das medidas utilizadas para amenizar o calor - a abertura das janelas -, é vista como inapropriada para pessoas internadas que se submeteram a transplantes de medula óssea.

O Estado de S.Paulo

28 Dezembro 2012 | 02h02

"A janela deveria estar fechada, velada e com o ar esterilizada, mas, por causa do calor excessivo, tivemos de abri-la", disse uma paciente que preferiu não se identificar. Ela havia sido internada em outros hospitais públicos de referência e se diz incomodada com a situação. A previsão é de que ela fique no hospital por pelo menos dois meses. "E, depois da alta, ainda vou ter de voltar ao instituto umas três vezes por semana."

A opinião da paciente, que há mais de três anos convive no ambiente hospitalar, crítica da situação do seu leito - sem ar-condicionado e com as janelas abertas - é avalizada por um especialista da área. "Recomenda-se que os quartos estejam fechados, com as janelas vedadas. Os pacientes enxergariam apenas a rua do seu leito, mas pelo vidro da janela ", aconselha Garles Matias Vieira, médico do Departamento de Oncologia Clínica do Hospital A. C. Camargo.

"Já estamos tão abaladas, não deveríamos nos preocupar com problemas como esses", diz uma das internadas.

Alimentação. E a mesma paciente que se queixa do calor e alerta para o eventual problema de contato com o ar contaminado pelas janelas abertas ainda critica a alimentação oferecida no instituto. "No café da amanhã, eles só oferecem café, pão e margarina. Antes, em outros hospitais, sempre me ofereciam, além disso, queijo e iogurte."

Ela, que não come carne vermelha, também se diz prejudicada pela fornecimento de comida no almoço. "Familiares acabam trazendo comida de casa."

Consultado, o Instituto Central do Hospital das Clínicas informa que só é possível contestar tais informações com a descrição da paciente. Com essa informação, por exemplo, o ICHC poderia checar a dieta balanceada que foi repassada, justificando o tipo de alimento que lhe é oferecido.

Sobre o problema na refrigeração e a abertura das janelas para permitir a entrada de algum tipo de ventilação, o HC informou que esse problema - "localizado em apenas um setor de um instituto que faz parte de um complexo que possui ainda outros seis" - vai ser resolvido hoje, diz comunicado. / D.L.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.