Sem-terra interditam rodovia de acesso a Belém

Cerca de 250 trabalhadores sem-terra fecharam hoje por quatro horas a rodovia Belém-Brasília à altura do município de Benevides, na região metropolitana de Belém, cobrando agilidade do governo no programa de reforma agrária e regularização de três fazendas onde vivem 250 famílias. A interdição provocou um engarrafamento de 3 km nas duas pistas de entrada e saída da capital paraense. O coordenador da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf), Claunir Souza, disse que as fazendas seriam "improdutivas e não cumprem seu papel social". Os sem-terra liberaram as pistas depois que representantes do governo estadual assumiram o compromisso de discutir a pauta de reivindicações do movimento em reunião que deve ocorrer amanhã. Souza avisou que, se nada for resolvido, a estrada será novamente fechada.

CARLOS MENDES, Agencia Estado

12 de novembro de 2007 | 17h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.