Sem-teto prometem invasões em 8 Estados

Sem-teto dos movimentos ligados à União Nacional de Moradia Popular (UNMP) promoverão invasões a áreas públicas e prédios desocupados em oito Estados, principalmente em São Paulo, Bahia, Pernambuco, Espírito Santo e Minas Gerais. A operação será realizada até sexta-feira, segundo Benedito Roberto Barbosa, da coordenação nacional da UNMP. A onda de invasões começou ontem em Sertãozinho, cidade no interior do Estado. A invasão a um imóvel do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Sertãozinho, cidade a 360 km da capital, começou na manhã de ontem e, apesar da presença da polícia, ocorreu sem confronto. De acordo com o líder do movimento na cidade, Luís Carlos Garcia, cerca de 400 famílias ocupam o imóvel de uma quadra, no centro. ?Vamos dormir aqui, vamos insistir para que o Ministério das Cidades construa predinhos nesse terreno. Isso está abandonado há mais de 30 anos?, afirmou Garcia, por telefone.Barbosa afirmou que divulgará hoje a pauta de reivindicações do movimento, que usa a invasão a áreas públicas e prédios como forma de pressionar o governo a construir moradia. Ele não quis comentar sobre os prédios ou terrenos que serão invadidos hoje, para que o movimento não seja frustrado pela polícia. No ano passado, também em abril, cem mil famílias de sem-teto invadiram prédios e terrenos em dez Estados. Apenas a UNMP congrega 150 movimentos de moradia em 17 Estados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

AE, Agencia Estado

22 de abril de 2008 | 09h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.