Senado aprova interrogatório de presos com uso de vídeo

O Senado aprovou ontem duas medidas do chamado pacote antiviolência. Como destaque está a obrigatoriedade da realização de interrogatórios e audiências de acusados presos por meio de videoconferência.A lei entra em vigor assim que for sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da SilvaO Senado aprovou, também, uma nova e mais rigorosa lei que pune a lavagem de dinheiro. A nova legislação aumenta a pena de prisão de 10 anos para 18 anos.

ROSA COSTA, Agencia Estado

25 de outubro de 2007 | 07h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.