Senado aprova projeto que cria dia de Frei Galvão

Projeto, que estabelece o dia mas não cria novo feriado, vai à sanção presidencial

27 de setembro de 2007 | 19h20

O Senado aprovou o projeto que institui o dia 11 de maio como o dia de homenagem ao primeiro santo brasileiro, o Santo Antônio Sant'Anna Galvão, o Frei Galvão.   O projeto irá agora à sanção presidencial. Depois da polêmica em torno da oportunidade ou não de ser decretado feriado, o projeto definiu a data apenas para as homenagens a Frei Galvão, que teve sua santidade reconhecida pelo Vaticano em dezembro de 2006.   O senador Francisco Dornelles (PP-RJ), que apresentou o projeto em 1º de maio, comemorou a definição da data para que Frei Galvão seja "lembrado, homenageado e consagrado."    Frei Galvão nasceu em 1739 em Guaratinguetá, interior de São Paulo, e faleceu na capital paulista no dia 23 de dezembro de 1822. Ele fundou o Mosteiro da Luz, foi pregador e devoto da Virgem Maria.   Os devotos do frei atribuem a ele muitas curas, particularmente por meio da ingestão de uma oração inscrita em um papel, que passou a ser conhecida por 'pílula de Frei Galvão'.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.