Senado dos EUA aprova medida contra o aborto de menores

O Senado dos Estados Unidos aprovou na terça-feira um projeto que transforma em crime a prática de levar menores de idade para outro Estado, onde possam praticar um aborto sem o consentimento dos pais.Segundo o projeto, quem levar uma menor para fazer um aborto em outro Estado pode ser condenado a um ano de prisão, além de multa. As jovens e seus pais seriam isentos de processo criminal. O projeto estabelece ainda que a pena não se aplica no caso de o aborto ser necessário para preservar a saúde da mãe.A iniciativa foi aprovada por 65 votos a favor e 34 contra e terá que ser harmonizada com uma versão semelhante da Câmara de Representantes. O texto final deverá ser promulgado pelo presidente George W. Bush, que já apoiou a iniciativa.Os defensores do projeto de lei disseram que os pais devem sempre ser informados de qualquer decisão que tenha a ver com a saúde de suas filhas menores de idade. Os parlamentares que votaram contra argumentaram que a medida prejudica e pode pôr em perigo a vida de vítimas de abusos sexuais e até de incesto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.