Senado rejeita emendas e garante mínimo de R$ 545 este ano

O Senado aprovou a proposta do governo que eleva o salário mínimo para 545 reais após rejeitar duas emendas da oposição que pretendiam elevar o valor para 600 reais e 560 reais.

REUTERS

23 de fevereiro de 2011 | 22h56

A proposta do DEM de 560 reais, votada após a derrubada dos 600 reais do PSDB, recebeu 54 votos contrários e 19 favoráveis com 4 abstenções.

Há ainda um pedido de modificação, também por parte da oposição, do artigo terceiro da proposta, que prevê que anualmente o novo valor será definido por decreto presidencial, seguindo a fórmula aprovada em lei.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro, Leonardo Goy e Maria Carolina Marcello)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAEMENDADEM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.