Sensores no bico podem ajudar pássaros a encontrar caminho

Um estudo mostrou que sensores nos bicos dos pássaros podem ser os responsáveis por sua capacidade de voar grandes distâncias sem se perder.Cientistas alemães disseram ter encontrado minúsculos cristais de óxido de ferro na pele que reveste a parte superior do bico de pombos-correio, organizados num padrão tridimensional que pode ajudar os pássaros a "ler" o campo magnético da Terra."O estudo sugere que os pássaros sentem o campo magnético independentemente de seu movimento e de sua postura, e assim conseguem identificar sua posição geográfica", disse a editora Springer sobre o estudo, publicado na edição desta quarta-feira, 14, da revista Naturwissenschaften.Há muito tempo que os cientistas tentam descobrir como os pássaros encontram seu caminho, às vezes migrando por milhares de quilômetros para achar a mesma árvore."Nossa expectativa é que o receptor do tipo do pombo (...) acabe se revelando uma característica universal de todos os pássaros", afirmou a pesquisadora Gerta Fleissner e seus colegas da Universidade de Frankfurt.Segundo ela, células com ferro semelhantes também foram encontradas nos bicos de outras aves e das galinhas.

Agencia Estado,

14 de março de 2007 | 16h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.