Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Separação conjugal termina em tragédia familiar em PE

Uma separação conjugal culminou numa tragédia familiar na noite de ontem, no bairro do Hipódromo, em Recife (PE). Inconformado com o fim do casamento, Acyr de Oliveira Correia matou uma das filhas, Priscila Gomes Correia, feriu a outra, Lissandra Gomes Correia, e, na sequência, se matou. O cárcere privado teve início no final da tarde, mas apenas às 18h50 a Polícia Militar foi acionada, cercando o local. A invasão ocorreu às 21 horas, depois de os policiais ouvirem um disparo.

RICARDO VALOTA, Agência Estado

20 de fevereiro de 2011 | 13h23

O casal estava separado há 15 dias, depois que a esposa de Acyr soube que ele teria assediado a empregada. Ao discutir com as filhas, que pediram que ele saísse de casa, Acyr perdeu a cabeça. A filha mais nova do acusado continua internada no Hospital da Restauração. O caso foi registrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Tudo o que sabemos sobre:
separação conjugalassassinatoRecife

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.