Ser bípede e andar ereto é mais econômico, conclui estudo

Caminhar exclusivamente sobre suas pernas exige menos energia que andar na postura de um chimpanzé

Associated Press

16 Julho 2007 | 18h08

Por que os seres humanos evoluíram para andar em pé? Talvez porque assim seja mais fácil - ou, cientificamente falando, menos custoso em termos energéticos. Esta é a teoria que alguns pesquisadores estão propondo para explicar a postura moderna do Homo sapiens. Bipedalismo - andar sobre duas pernas - é uma das características definidoras do que é ser humano, e há anos que os especialistas debatem como ela surgiu. Na mais recente tentativa, cientistas treinaram cinco chimpanzés para andar em uma esteira rolante, usando máscaras para medir o consumo de oxigênio dos animais. Medidas foram feitas enquanto os macacos andaram eretos e, também, enquanto usavam tanto as pernas quanto os nós dos dedos para se mover. Essa avaliação da necessidade energética foi comparada com teste semelhantes realizados em humanos e publicados, online, no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences. A conclusão é de que seres humanos, andando  com duas pernas, usam um quarto da energia que os chimpanzés consomem em seu passo tradicional, com pernas e braços. E os chimpanzés, em média, usaram a mesma quantidade de energia andando em duas pernas e em todos os quatro membros. No entanto, houve variação entre os animais: um deles gastou menos energia em duas pernas, um usou mais ou menos a mesma quantidade nos dois tipos de postura e os demais, consumiram mais, de acordo com David Raichalen, antropólogo da Universidade do Arizona. "O que nos surpreendeu foi a variação", disse ele. "Isso é bem interessante porque, quando se fala em evolução, variação é o mínimo. Sem variação, não há evolução". Se um indivíduo consegue poupar energia enquanto anda e caça e usá-la para se reproduzir, "é como obtemos novas espécies", disse ele. Andar sobre duas pernas liberou os braços, abrindo as portas para a manipulação do mundo, disse Raichen. "Pensamos na evolução do bipedalismo como um dos primeiros eventos que levaram os hominídeos a se tornar humanos".

Mais conteúdo sobre:
evolução chimpanzé homo sapiens

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.