Serra anuncia pacote contra mortalidade infantil

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), anunciou hoje em Santos um pacote de medidas para tentar reduzir o índice de mortalidade infantil na Baixada Santista, que no ano passado foi o mais alto do Estado: 17,7 mortes por mil crianças nascidas vivas. A média paulista é de 13,28 óbitos por mil nascidos vivos. "Nós vamos fazer uma grande ação e investir mais de R$ 40 milhões na saúde aqui na região em parceria com as prefeituras", disse Serra. "Para o Brasil (o índice) é baixo, mas para o Estado de São Paulo está sendo alto. Ele tem caído, só que menos do que no resto do Estado", completou.Entre as ações, há a padronização das cadernetas de pré-natal nos nove municípios, a implantação de um Ambulatório Médico de Especialidade (AME) em Santos e outro em local ainda a ser definido, e a criação de dois centros de Atendimento Médico Ambulatorial (AMA) em São Vicente. Serra também destacou a criação de 20 novos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) neonatal na região, nos hospitais de Praia Grande e Itanhaém, que serão ampliados e receberão recursos de R$ 8 milhões e R$ 7 milhões, respectivamente.

REJANE LIMA, Agencia Estado

04 de setembro de 2007 | 18h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.