Serra: problema na Casa Civil não é de filho é de sistema

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, criticou nesta terça-feira as declarações da adversária Dilma Rousseff (PT) dadas nesta manhã à imprensa.

REUTERS

21 de setembro de 2010 | 16h33

"O problema que tem no governo federal não é de filho é de sistema. O que se armou na Casa Civil... foi um esquema de quadrilha e de corrupção. Isto está claro, não é problema de ser filho ou de não ser filho, a coisa vai muito mais longe", disse Serra a jornalistas.

Nesta manhã, no programa Bom Dia Brasil da Rede Globo, Dilma afirmou que não pode ser responsabilizada pelos atos do filho ou de parente de alguém, referindo-se a Israel Guerra, filho da ex-ministra-chefe da Casa Civil Erenice Guerra, que pediu demissão na semana passada após denúncias de tráfico de influência na pasta.

Em encontro com artistas na livraria Cultura, região da avenida Paulista, para tratar de política cultural, Serra reuniu, entre outros, o ator e dramaturgo Juca de Oliveira, a atriz Glória Menezes e o ator Odilon Wagner, além do candidato tucano ao governo do Estado, Geraldo Alckmin.

Serra acompanhou o posicionamento desses artistas, contrário a mudanças na lei do direito autoral. O Ministério da Cultura pretende enviar ao Congresso ainda este ano uma reforma nesta lei.

"Isso vai começar a empregar companheiros, cupinchas. Vai virar cabide de emprego e o dinheiro não vai chegar na mão dos autores", disse Serra.

(Reportagem de Fernando Cassaro)

Tudo o que sabemos sobre:
ELEICOESSERRACRITICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.