Sérvia condena ataques contra Embaixada dos EUA

Ministro diz que ação de manifestantes prejudicou interesses do país.

Da BBC Brasil, BBC

22 de fevereiro de 2008 | 11h15

O ministro do Exterior da Sérvia, Vuk Jeremic, condenou a "violência brutal" de manifestantes que invadiram e incendiaram a Embaixada dos Estados Unidos em Belgrado na quinta-feira.Ele disse que a ação dos manifestantes, motivada pela decisão dos Estados Unidos e de outros países de reconhecer a independência declarada pela província sérvia de Kosovo, prejudicou os interesses do país."Estes incidentes são lamentáveis, ferem a imagem da Sérvia em outros países. O sentimento coletivo, o que a maioria está sentindo, é que o povo sérvio e o governo da Sérvia não vão tolerar este tipo de incidente", afirmou.O governo americano encaminhou um protesto formal à Sérvia. O porta-voz do Departamento de Estado americano, Sean McCormack, disse quea mensagem "foi bem clara, que a situação foi intolerável e que o governo precisar agir imediatamente para prover segurança adequada à nossa Embaixada e nosso pessoal". A União Européia pediu que a Sérvia garanta a proteção das embaixadas estrangeiras e outras instituições em Belgrado.O alto-representante da UE para Política Externa, Javier Solana, afirmou que a proteção das embaixadas em Belgrado é uma obrigação da Sérvia.Jeremic disse que a segurança em Belgrado, depois dos confrontos, "é total"."A polícia assumiu o controle total e o governo não vai permitir a repetição destes incidentes. LimpezaSegundo o correspondente da BBC em Belgrado Christian Fraser, a polícia está sendo criticada por não ter oferecido mais proteção à Embaixada americana em uma noite marcada por tantos protestos.A fachada da Embaixada ainda mostra o estrago feito por manifestantes, além de restos de faixas e cartazes carregados pelos responsáveis pelo ataque, onde se pode ler frases como "Kosovo sempre será da Sérvia". Dentro da Embaixada, os escritórios estão destruídos.O incêndio se espalhou rapidamente no local e um dos manifestantes foi morto. Seu corpo foi encontrado carbonizado no local.O governo americano responsabiliza o governo da Sérvia pelos danos.O porta-voz do Departamento de Estado americano, Sean McCormack, disse que nenhum funcionário americano da Embaixada foi ferido no incidente. As embaixadas da Grã-Bretanha, da Bélgica, da Croácia e da Turquia também foram atacadas, além de diversas lojas e restaurantes.Segundo Nick Hawton, correspondente da BBC em Belgrado, várias pessoas ficaram feridas nesses ataques.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.