Serviço Snapsaved.com diz que hackers roubaram fotos do Snapchat

O Snapsaved.com, um site que permite aos usuários salvar imagens enviadas via Snapchat, disse nesta segunda-feira que hackers invadiram seus servidores e copiaram 500 megabytes de fotografias.

REUTERS

13 de outubro de 2014 | 17h37

A afirmação do site pouco conhecido leva alguma luz às informações surgidas nos últimos dias de que hackers estariam preparando o vazamento de 13 gigabytes de fotos enviadas via Snapchat, um aplicativo de celular popular entre adolescentes que promete apagar imagens compartilhadas com outros usuários em questão de segundos.

No entanto, usuários podem usar sites e aplicativos de terceiros como o Snapsaved.com para salvar as imagens que receberem em seus smartphones, com ou sem o conhecimento de quem enviou a foto.

O Snapchat culpou na semana passada esses aplicativos, que podem ser baixados separadamente e usados em conjunto com seu serviço, por quaisquer eventuais vazamentos de fotos.

Nesta segunda-feira, o Snapsaved.com disse em sua página no Facebook que apagou todo o site e sua base de dados assim que descobriu a invasão. Não ficou claro quem publicou a mensagem na página, que está ativa desde 2013. O site permanece fora do ar.

O vazamento das fotos pode ser problemático para o Snapchat, que está levantando dinheiro em uma rodada de financiamento que pode avaliar o serviço como valendo 10 bilhões de dólares.

Mais conteúdo sobre:
TECHSNAPCHATFOTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.