Servidores recusam proposta da reitoria

GREVE NA USP

, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2010 | 00h00

A greve dos funcionários da Universidade de São Paulo (USP)deve continuar. A proposta apresentada pela reitoria oferecia pagamento referente aos descontos dos dias parados em até quatro dias úteis após o encerramento da greve e analisar a pauta específica em até 48 horas após o final da paralisação. Entretanto, a assembleia dos funcionários recusou. Eles pedem a restituição imediata dos descontos, a garantia de que não haja punição aos grevistas e a discussão da referência sobre a isonomia. Um novo encontro entre a reitoria e os servidores está previsto para hoje.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.