Servidores são retirados de plenário da Alesp

Um grupo de servidores da justiça que havia invadido na tarde de ontem o plenário José Bonifácio, na Assembleia Legislativa de São Paulo(Alesp) foi retirado do local, por volta das 2h30 de hoje, por policiais militares que trabalham na casa parlamentar.

RICARDO VALOTA, Agência Estado

26 de agosto de 2010 | 03h40

Munidos de cobertores e mochilas com roupas, água e comida, 32 servidores resolveram invadir o plenário para mais uma vez chamar a atenção para o movimento grevista da categoria que teve início há 120 dias. Os servidores, que agora estão na entrada principal do prédio, afirmam que não vão deixar o local até que suas reivindicações sejam atendidas.

A categoria quer reposição relativa às perdas salariais, exige o julgamento do dissídio coletivo e a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar alguns gastos do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-SP). Segundo os policiais, a ocupação e a saída dos manifestantes foi pacífica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.