Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Siderúrgica CSA é alvo de protestos no Rio de Janeiro

Cerca de cem pessoas participaram ontem de uma manifestação em frente à Secretaria Estadual do Ambiente (SEA) do Rio contra a concessão da licença definitiva de operação à Companhia Siderúrgica do Atlântico, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio.

ANDREA VIALLI e FELIPE WERNECK, com AGÊNCIAS, O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2011 | 00h00

A empresa, uma parceria entre o grupo alemão ThyssenKrupp e a brasileira Vale, é acusada de causar danos ambientais na região. Uma comissão formada por representantes de moradores e pescadores do bairro foi recebida por técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Após a reunião, a secretaria informou que "não dará a licença definitiva enquanto a CSA não cumprir exigências ambientais impostas pelo governo". Enquanto isso, a empresa segue operando.

O grupo reivindicou uma reunião com o secretário do Ambiente do Rio, Carlos Minc, agendada para março. "Minha vida virou um inferno de calor e poeira. Já acabaram com os animais, o mangue e agora querem acabar com a gente. Quem tem de sair daqui são eles", disse a aposentada Sirlei de Oliveira, que reclama de alergia decorrentes da "chuva prateada" que atinge o bairro.

Em agosto de 2010, a CSA foi multada em R$ 1,8 milhão por causa da emissão de material particulado (grafite) na atmosfera. Em janeiro, outra multa foi aplicada, de R$ 2,8 milhões.

CONSERVAÇÃO

Guepardos são atração em safári na Flórida

O parque Busch Gardens, em Tampa, na Flórida (EUA), receberá guepardos para expor aos visitantes do seu safári de espécies ameaçadas, que apresenta animais em risco de extinção. No caso dos guepardos, cinco felinos (um casal e três filhotes) chegaram ao parque por intermédio de um programa de conservação da espécie.

FRATERNIDADE

Questões ambientais são tema de campanha

Neste ano, a Campanha da Fraternidade promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) terá como tema "Fraternidade e a vida no planeta". A campanha é anual e começa sempre na quarta-feira de cinzas. O tema proposto, segundo a CNBB, é uma convocação para que os indivíduos meditem sobre problemas como as mudanças climáticas e reflitam sobre o papel do homem neste cenário. Segundo Dom Dimas Lara Barbosa, secretário-geral da CNBB, a expectativa é de que as pessoas se mobilizem. "A CNBB propõe que todas as pessoas de boa vontade olhem para a natureza e percebam como as mãos humanas estão contribuindo para o fenômeno do aquecimento global."

MUDANÇA CLIMÁTICA

Indústria terá guia para reduzir emissões

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou ontem o guia Estratégias Corporativas de Baixo Carbono: Gestão de Riscos e Oportunidades, com o objetivo de ajudar as empresas a reduzir suas emissões de gases poluentes. Segundo o diretor da CNI, José Augusto Fernandes, o guia foi elaborado para detalhar o passo a passo para as empresas que pretendem se inserir na economia de baixo carbono. "É a ferramenta para que as indústrias coloquem a questão do baixo carbono no seu planejamento estratégico", disse. O guia ensina aos empresários a fazer diagnóstico das emissões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.