Sindicalista Eleno José Bezerra é enterrado em São Paulo

Presidente do sindicato morreu no sábado, em acidente de carro; Marta Suplicy compareceu ao velório

Letícia Bragaglia, da Agência Estado ,

21 de setembro de 2008 | 12h45

O presidente do  Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Eleno José Bezerra, de 52 anos, foi enterrado na tarde deste domingo, no Cemitério da Vila Mariana, na capital paulista.  Veja também:Lula: Eleno foi muito importante para movimento  A candidata do PT à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, compareceu pela manhã ao velório do líder sindical, que também era um dos vice-presidentes da Força. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva compareceu ao velório.  Eleno Bezerra morreu no sábado, em um acidente de trânsito ocorrido em Mairiporã, Grande São Paulo, na altura do quilômetro 61 da Rodovia Fernão Dias, sentido Minas Gerais. Segundo a polícia, suspeita-se que o filho do sindicalista, Willian Bezerra, tenha perdido o controle do veículo, um Palio. Após sair da pista, o automóvel despencou de uma altura de cerca de 120 metros.  Acionado às 15h50, o Corpo de Bombeiros mobilizou cinco equipes para atender à ocorrência. A morte de Bezerra foi constatada no local. Consciente, o filho dele foi levado ao hospital central de Mairiporã. Segundo o site do Sindicato dos Metalúrgicos, Bezerra nasceu em Pernambuco, era casado pela segunda vez e teve dois filhos. Ele assumiu a presidência da entidade em 29 de janeiro de 2003. Em 27 de outubro de 2005, também passou a comandar a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM), confederação filiada à Força Sindical.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.