Sindicato vê paralisação prolongada na Vale Inco

O sindicato que representa os trabalhadores em greve das operações canadenses da Vale não está em negociação com a empresa e prevê uma paralisação prolongada nas minas de níquel e cobre, disse uma autoridade na segunda-feira.

REUTERS

27 Julho 2009 | 19h08

A maior parte das operações canadenses da Vale --adquiridas através da aquisição em 2006 da mineradora de níquel Inco-- está inativa desde junho devido à fraca demanda por níquel.

As operações deveriam ser retomadas na segunda-feira, mas permanecem paralisadas já que os trabalhadores sindicalizados declararam uma greve no dia 13 de julho depois de rejeitarem a oferta de contrato de três anos da empresa.

O diretor da United Steelworkers District 6, Wayne Fraser, disse que não houve contato com a empresa desde que a greve começou.

"Eu não acho (que haverá) nada por dois ou três meses no mínimo", disse ele.

Cerca de 3.100 trabalhadores estão em greve em Sudbury, Ontario, e 125 em Port Colborne, Ontario.

Os trabalhadores da mina de níquel da Vale em Voisey's Bay, na província de Newfoundland e Labrador, também planejam entrar em greve quando a operação for retomada, após ter sido paralisada ao longo de julho.

As greves relacionam-se a salários e mudanças propostas aos bônus dos empregados ligados ao preço do níquel.

O porta-voz da Vale no Canadá, Cory McPhee, disse que a empresa não está atualmente embarcando nenhum metal finalizado da região de Sudbury. A Vale opera cinco minas, uma usina, uma refinaria e uma fundidora em Sudbury.

"No momento, a operação está fechada", disse ele.

Voisey's Bay produz níquel e concentrado de cobre e normalmente envia para Sudbury, ou para instalações em Thompson, Manitoba, que ainda estão operando.

Analistas afirmaram que os fechamentos não devem ter muito impacto inicialmente sobre o preço do níquel, que despencou após atingir recordes há dois anos, já que a desaceleração da economia levou a um excesso de oferta.

O níquel valia 25 dólares por libra-peso em meados de 2007, mas era negociado a 7,70 dólares na segunda-feira.

(Por Cameron French)

Mais conteúdo sobre:
MINERACAO VALE INCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.