Sindicatos organizam passeata no Centro do Rio dia 11

As centrais sindicais CUT, Força Sindical, CTB, CGTB, UGT e Conlutas, além do MST estão promovendo panfletagens e colando cartazes em bairros cariocas para convocar a população para o "Dia Nacional de Luta" previsto para esta quinta-feira, dia 11. O ato, que na cidade não está mais sendo classificado de greve geral, terá o apoio, no Rio, dos coletivos que lideraram manifestações de protesto durante todo o mês de junho (Dia do Basta, Fórum de Lutas, Copa pra Quem, Ocupe, etc).

HELOÍSA STURM, Agência Estado

09 de julho de 2013 | 11h52

As entidades programaram uma passeata, com concentração na Candelária, às 15 horas, com saída por volta das 17h em direção à Cinelândia. Darby Igaiara, presidente da CUT/RJ, está otimista em relação à participação popular. Para ele, a expectativa é que "não dê nem pra andar com o carro de som porque a Rio Branco já vai estar tomada de gente".

Hoje, em plenária, representantes dos coletivos sociais se reúnem numa plenária para discutir as pautas da mobilização com um viés mais social/político. O enfoque trabalhista caberá às centrais sindicais. De acordo com o presidente da CUT, não deve haver paralisação de transporte público - ônibus, metrô, trens e barcas - na cidade para facilitar o acesso de manifestantes ao local da manifestação. Acordo para a manutenção do serviço já foi feito com os sindicatos dos rodoviários e dos metroviários.

Mais conteúdo sobre:
protestossindicatos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.