Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Sisu estreia com falhas e lentidão, de novo

Site para inscrição em universidade federal abriu ontem com problemas

Carlos Lordelo, O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2011 | 00h00

As inscrições para vagas em instituições públicas de ensino superior pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) tiveram início ontem com muita lentidão e algumas falhas. Estudantes passaram o dia enfrentando dificuldades para acessar o site, que às vezes travava no meio do procedimento ou mostrava mensagens de erro.

O Ministério da Educação (MEC) admitiu, por meio de sua assessoria de imprensa, que o Sisu ontem estava "lento" e apresentava "alguma instabilidade", registrando picos de 600 acessos por minuto. O ministério afirmou que candidatos fazem consultas excessivas, deixando o sistema ainda mais sobrecarregado.

Hoje deverá ser ampliado o número de computadores dedicados a manter o funcionamento do Sisu. Até as 16 horas de ontem, foram registradas 122 mil inscrições - um número considerado "muito bom" pelo governo.

Os problemas foram semelhantes aos registrados na estreia do site no ano passado. O sistema de tecnologia do MEC não aguentou o tráfego intenso no primeiro dia e estudantes passaram horas tentando se cadastrar. Alguns demoraram até oito horas para conseguir se inscrever em uma vaga.

Ontem, o Estado tentou acessar o sistema por mais de 15 vezes, em horários diferentes. Na maior parte das tentativas, a página do Sisu (www.sisu.mec.gov.br) aparecia com erro - uma mensagem dizia que não era possível carregá-la. Quando a página aparecia, e o número de inscrição e senha eram digitados, a página seguinte demorava para aparecer, e uma nova mensagem de erro aparecia na tela.

O ministério havia anunciado o início do período de inscrições no Sisu para as 6 horas de ontem. Mas o site entrou no ar por volta das 2 horas, beneficiando candidatos como Karen Aparecida, de 17 anos. Ela estava navegando no Twitter quando viu posts anunciando a abertura do sistema. "Era por volta de 3h40 quando acessei o site e consegui fazer minha inscrição", disse a estudante de São Paulo, que tenta vaga em Ciências Sociais.

Priscila Pacheco, de 23, não teve a mesma sorte. Ela entrou no site por volta das 11 horas e se inscreveu para sua primeira opção de curso em 50 minutos. Às 18 horas, a estudante ainda não havia conseguido fazer sua segunda opção. "É uma situação lamentável", disse a vestibulanda de Relações Internacionais.

Para Camila Fujii, de 19, o sistema é "ridículo". A candidata de Medicina também não conseguiu ontem fazer sua segunda opção de curso. "E vou acordar às 6 horas para acessar o site, ver a nota de corte e começar tudo de novo."

Álvaro Ferro Caetano, de 20, define a sequência de falhas do Enem ano após ano como "absurda". Concorrendo a uma vaga em Engenharia Ambiental, ele já viveu a mesma experiência negativa na edição anterior do Enem. "Não consegui fazer a inscrição no Sisu no primeiro dia por falhas iguais às que se repetem agora. É impossível confiar numa instituição incapaz de melhorar o sistema de acesso de um ano para o outro."

Enem. O sistema utiliza as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cuja divulgação, na sexta-feira, também ocorreu com falhas no site. Alunos reclamaram que a senha cadastrada não era reconhecida pelo sistema. Alguns disseram que as notas do segundo dia de prova, que incluiu a redação, foram anuladas sem justificativa.

De acordo com o ministério, o problema de acesso "não foi geral". Segundo a pasta, 700 mil pessoas haviam acessado as notas anteontem - no total, 3,5 milhões de estudantes prestaram o exame. Sobre a lentidão da central telefônica, o ministério disse que houve procura elevada.

Ao todo, o Sisu disponibiliza 83.125 vagas pelo País, a maioria em universidades federais. Os estudantes têm até amanhã para fazer sua inscrição, escolhendo dois cursos.

SAIBA MAIS

Vagas

Ao todo, o Sisu disponibiliza 83.125 vagas em instituições de ensino superior espalhadas por todo o País, a maioria em universidades federais.

Prazo

Os estudantes terão três dias para fazer a inscrição - de ontem até amanhã, sempre das 6 horas às 23h59 pelo horário de Brasília. O acesso acontece por meio do site sisu.mec.gov.br.

Cotas

Durante o período de inscrição, o candidato deve definir se deseja concorrer às vagas da chamada "ampla concorrência" ou às destinadas a políticas afirmativas. O aluno é responsável por verificar se atende aos requisitos das cotas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.