Só 548 motoristas marcam inspeção veicular em SP

Se ritmo for mantido, apenas 7% dos carros com placa final 1 conseguirão fazer o agendamento no prazo

Fabio Mazzitelli, do Jornal da Tarde,

13 Janeiro 2009 | 09h34

Problemática, a primeira semana de agendamentos para a inspeção veicular ambiental de 2009 contabilizou, até as 17h30 da segunda-feira, 12, apenas 548 visitas marcadas para fevereiro para veículos leves a gasolina, álcool e gás com final de placa 1, grupo de carros e motos cujo agendamento começou na semana passada e terminará no final de abril. Veja também:Vencimento começa no dia 9; saiba quando você terá que pagarTire suas dúvidas sobre a inspeção veicular obrigatória    O ritmo de agendamentos da primeira semana, se mantido até o final do prazo para os veículos de placa 1, atingiria cerca de 16 mil veículos, ou 7% da frota dos 227 mil carros ou motos registrados na capital com essa placa. Essa conta foi feita com base em quatro dias da semana passada, descontado o tempo para a compensação do pagamento da taxa, condição para agendar o teste. O balanço dos agendamentos foi divulgado pela Controlar, concessionária responsável pela realização da inspeção veicular ambiental na capital. Na semana passada, a empresa chegou a ser advertida formalmente pela Prefeitura em razão de problemas de acesso ao site em que são feitos os agendamentos, dificuldade que a concessionária diz não ter relação com o baixo número de inspeções marcadas. "Essa quantidade pequena não tem relação com a dificuldade de acesso, até porque foram impressos quase 10 mil boletos (total de 9.738). O fato de o boleto ter sido impresso não quer dizer que foi pago. A pessoa pode imprimir e pagar dali a um, dois, três dias...", afirmou Eduardo Rosin, diretor-executivo da Controlar.  "Dos primeiros dois dias, talvez a divulgação que a mídia fez tenha desmotivado as pessoas a buscarem o agendamento. Qualquer proprietário de veículo que tentar hoje fazer o agendamento ou a emissão do boleto não vai ter dificuldade alguma", garante Rosin. Dos 227 mil veículos leves com final de placa 1, a Controlar diz esperar 160 a 170 mil inspeções -a concessionária trabalha com a expectativa de evasão de 25% a 30% da frota, tomando como base os licenciamentos anualmente não realizados no Detran.  Em 2009, a inspeção ambiental é, pela primeira vez, obrigatória para 1,5 milhão de carros fabricados a partir de 2003 e toda a frota de 770 mil motos da capital. No total, com os veículos diesel, são cerca de 2,6 milhões de automóveis convocados para o programa neste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.