Sobe para 34 os presos por fraude em Junta Comercial

Subiu para 34 o número de presos durante a operação Rio Branco, da Delegacia de Repressão às Ações do Crime Organizado (Draco) e de 16 delegacias especializadas no Rio. A operação visa desarticular uma quadrilha de funcionários da Junta Comercial do Estado do Rio suspeita de praticar fraudes em documentos, causando prejuízo de pelo menos R$ 20 milhões aos cofres públicos.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

19 de março de 2008 | 13h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.