Sobe para 57 o nº de mortes por meningite no RJ

A morte de uma menina de 4 anos com meningite, confirmada ontem pela Secretaria de Saúde de Barra Mansa (RJ), elevou para 57 o número óbitos provocados pela doença no Estado do Rio desde o início do ano. Ao todo foram registrados oficialmente 262 casos de meningite meningocócica. No mesmo período do ano passado, houve 299 casos em todo Estado, com 68 mortes, de acordo com o governo do Rio.

FABIO GRELLET E FELIPE WERNECK, Agência Estado

20 Outubro 2011 | 20h53

"Por enquanto não há epidemia e nada indica que vá ocorrer", afirmou o superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Saúde do Estado, Alexandre Otávio Chieppe. Segundo ele, o contágio é mais comum no período entre agosto e outubro, devido ao clima. "Como esse período ainda não terminou, pode ser que o número de casos no Rio aumente, mas por enquanto não há epidemia", declarou.

"Infelizmente ocorreram mortes, mas isso também é uma coisa que se repete a cada ano. Como neste ano uma das vítimas era aluno de uma escola, houve maior repercussão, os pais ficaram preocupados com a possibilidade de contágio, mas todas as medidas foram tomadas (para evitar a contaminação de outros estudantes) e não significa que a situação seja mais grave do que em outros anos", disse o superintendente. Em todo ano de 2010, foram registrados oficialmente 388 casos de meningite meningocócica e 92 óbitos.

Mais conteúdo sobre:
saúde meningite RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.