Sobe para 8 número de mortos por chuvas no Rio Grande do Sul

Pelo menos oito pessoas morreram em três cidades do Rio Grande do Sul por conta das fortes chuvas que atingem várias regiões gaúchas desde o começo da tarde de sexta-feira, informou a Defesa Civil do Estado neste sábado.

REUTERS

23 de abril de 2011 | 12h18

Em Igrejinha. a 82 quilômetros de Porto Alegre, um deslizamento de terra na manhã deste sábado soterrou seis casas e deixou pelo menos três pessoas, todas adultas, mortas. Outras três ainda estão desaparecidas e as equipes de resgate trabalham no local.

Em Novo Hamburgo, 40 quilômetros da capital do Estado, três crianças de idades ainda desconhecidas morreram em um deslizamento de terra.

Em Sapucaia do Sul, a 25 quilômetros de Porto Alegre, um homem de 58 anos morreu ao sofrer um choque elétrico, e em Fazenda Vilanova, a 100 quilômetros da capital gaúcha, um agricultor de 67 anos foi morto quando um galpão desabou e o atingiu.

Ainda chove em algumas regiões do Estado, de acordo com a Defesa Civil. As regiões mais atingidas são as do Vale dos Sinos, Vale do Taquari e a serra gaúcha. Em Porto Alegre, foram registradas enchentes.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Mais conteúdo sobre:
GERALCHUVASRS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.