Sobel é internado em clínica de repouso para 'evitar ansiedade'

O rabino lançará livro de memórias dois dias depois do episódio de furto de gravatas completar um ano

Ana Luísa Westphalen, Agencia Estado

14 de março de 2008 | 16h50

O rabino Henry Sobel, de 64 anos, foi internado nesta quarta-feira, 12, em uma clínica de repouso próxima à capital paulista. Segundo a assessoria de comunicação que divulga o lançamento de seu livro de memórias, previsto para o terça-feira, 25, não há um fato específico que tenha motivado a reclusão. "A família optou por resguardá-lo do assédio para evitar situações de ansiedade", informaram os assessores. No entanto, já se sabe que o médico irá liberar a saída de Sobel na véspera do lançamento da biografia Um homem, um rabino (Editora Ediouro), com prefácio assinado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Segundo a assessoria, o local e horário do lançamento ainda não foram definidos. No dia 23 de março, a prisão do rabino na Flórida por furtar gravatas em um shopping center em Palm Beach, nos Estados Unidos completará um ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Henry Sobel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.