Soberania sobre Amazônia é brasileira, diz presidente do STF

O presidente do Supremo TribunalFederal, Gilmar Mendes, afirmou nesta segunda-feira que oBrasil tem competência para determinar os próprios rumos eexercer a soberania sobre a Amazônia, em meio ao debate sobre ainternacionalização da região promovido por ambientalistas epela mídia de fora do país. Mendes disse que "tem havido um certo exagero retóriconesse debate", dias após o jornal norte-americano The New YorkTimes escrever sobre a suposta necessidade de que organismosinternacionais tenham poder para intervir na região, em umartigo chamado "De quem é esta floresta amazônica, afinal?". "É preciso desemocionalizar a discussão, trazê-la para oplano técnico. É preciso levarmos isso em conta. Não acho queessa questão da soberania da Amazônia esteja em discussão",disse Mendes a jornalistas em Cuiabá, após visitar o Proconestadual. Mais cedo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que"a Amazônia tem dono, e o dono é o povo brasileiro. Sãoseringueiros, pescadores e nós que somos brasileiros". O presidente do STF afirmou que o Brasil tem condições dearcar com suas responsabilidades ambientais pelo fato de viverum momento econômico mais pujante. Ao ser questionado sobre o conflito no Parque Indígena doXingu na semana passada, quando um engenheiro da Eletrobrás foiferido a facadas por um índio em Altamira (PA), o presidente doSTF pediu menos violência nas relações na tensa regiãoamazônica. "Nós precisamos aprender a discutir sem violentar. Nesseepisódio verificado no Xingu, se houve tentativa de manipulaçãoindígena é mais grave a atitude", disse. (Reportagem de Jonas da Silva; Texto de Maurício Savarese)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.