Sobrinho-neto de Michel Temer é assassinato em Tietê

Segundo a Polícia Civil, empresário foi baleado quando voltava do trabalho para casa

José Maria Tomazela , O Estado de S. Paulo

19 de março de 2013 | 19h49

Um sobrinho-neto do vice-presidente da República Michel Temer foi assassinado com um tiro numa possível tentativa de assalto, na tarde desta terça-feira, 19, em Tietê, região de Sorocaba. De acordo com a Polícia Civil, o empresário Antônio Romano Tamer Schincariol, de 34 anos, seguia de carro de casa do trabalho para casa, quando foi baleado, no bairro Bela Vista, próximo do centro da cidade. O carro perdeu o controle, subiu na calçada e atingiu um veículo que estava estacionado. O tiro atingiu a vítima na altura da axila.

Schincariol foi socorrido ainda com vida por uma viatura de resgate do Corpo de Bombeiros e levado à Santa Casa, mas não resistiu. Testemunhas ouviram o barulho do disparo e viram o carro desgovernado na rua Eugênio Dal Coleto, mas ninguém chegou a ver o autor do disparo. A polícia isolou a área para a perícia, mas até o início da noite não havia pista do criminoso. A polícia também investiga a hipótese de crime encomendado. Schincariol fazia a locação de máquinas de terraplenagem. Ele era neto de Tamer Miguel Temer, irmão mais velho de Michel Temer. A assessoria do vice-presidente confirmou o parentesco.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    assassinatosobrinho netoMichel Temer

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.