Sojicultor antecipa venda para pegar bom preço

Comercialização já alcança 17% da previsão de colheita da próxima safra, ante 11% no mesmo período de 2006

Ana Conceição, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2007 | 00h56

A comercialização da safra de soja 2007/2008 segue adiantada, na comparação com o ciclo passado, conforme a consultoria mineira Céleres. Cerca de 17% da produção que será colhida no primeiro semestre de 2008, estimada em 61,47 milhões de toneladas, foi vendida, ante 11% na mesma época do ano passado.Após a turbulência nos mercados internacionais, as cotações voltaram a subir na Bolsa de Chicago, o que manteve os produtores na ponta vendedora. Na mesma época do ano passado, os preços da soja estavam em torno de US$ 6/bushel e agora oscilam perto dos US$ 9/bushel.DE NOVO EM ALTAChicago foi bastante pressionada pela fuga dos investidores dos mercados de ações e de commodities na semana retrasada, mas depois as cotações se recuperaram para os patamares do início do mês. Nas semanas à frente o preço da soja deve continuar sustentado pelos problemas climáticos nas áreas produtoras dos Estados Unidos, como excesso de chuvas no Norte e stress hídrico no sul do Meio-Oeste.SAFRA VELHANo mercado disponível, a comercialização da safra velha está no fim e a pouca oferta da entressafra tem valorizado os preços. A Céleres estima que 83% da safra 2006/2007 já foi vendida. A Região Sul é a que tem a maior parcela da produção ainda a ser vendida, cerca de 30%.Reflexo da pouca soja disponível, o indicador Esalq, apurado em cinco praças do Paraná, ficou acima de R$ 35/saca pela primeira vez desde março de 2005, na semana passada, de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.