Soldado de 33 anos é 61º policial morto no RJ em 2016

Agente foi baleado durante ação contra o tráfico de drogas no Complexo do Caramujo, em Niterói

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

17 Julho 2016 | 11h35

Um policial militar foi morto na manhã de sábado (16) durante operação no Complexo do Caramujo, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Com este caso, são 61 policiais mortos no Estado este ano. O soldado Carlos Eduardo dos Santos Mira, de 33 anos, foi baleado quando participava de ação de repressão ao tráfico de drogas na região. Segundo nota da Polícia Militar (PM), Mira foi levado para o Hospital Azevedo Lima, onde morreu.

O soldado estava há quatro anos na PM, fazia parte do Grupamento de Ações Táticas (GAT) e estava lotado no 12º Batalhão (Niterói). Policiais do 7º Batalhão (São Gonçalo) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) reforçaram o policiamento no Caramujo, mas não há informações sobre presos. O corpo do soldado será enterrado no início da tarde deste domingo no município de Itaboraí.

Mais conteúdo sobre:
Rio de Janeiro Polícia Militar Caramujo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.