Sonda entra na órbita de Marte

A sonda da Nasa entrou com sucesso na órbita de Marte nesta sexta-feira, se juntando a um trio de orbitadores que já circundam o planeta vermelho. Os cientistas comemoraram depois que o Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) emergiu da face escura do planeta e enviou um sinal ao Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) de que a manobra foi um sucesso. A sonda de duas toneladas é a mais sofisticada a chegar em Marte e espera-se que ela recolha mais dados do planeta vermelho do que todas as outras missões marcianas anteriores combinadas. Ela vai explorar Marte em órbita por quatro anos e pretende conseguir informações mais detalhadas do que nunca sobre o planeta, seu clima e paisagem.Depois de sete meses, e uma jornada de 500 milhões de quilômetros, o orbitador chegou a Marte para a operação arriscada de inserção na órbita. Os diretores do projeto estavam nervosos por causa da reputação de Marte de "engolidor de sondas". Mas a MRO teve uma performance sem problemas.Enquanto se aproximava do planeta, os foguetes principais da nave foram ligados durante 27 minutos para reduzir sua velocidade em 20% para que a gravidade do planeta pudesse colocá-la em órbita. Em um ponto deste processo, a sonda desapareceu atrás de Marte - como estava planejado - e ficou temporariamente sem sinal de comunicação.O controle da missão estava visivelmente tenso enquanto esperava algum sinal do orbitador, que reapareceu e sinalizou que havia entrado na órbita elíptica de Marte.A sonda não emitirá imagens ou dados até novembro. Assim como outros satélites anteriores, ela procurará por evidências de água e outros sinais de que o planeta pode ter sido hospitaleiro para a vida.Ela também vai procurar por pedaços de terra em que a próxima geração de exploradores robóticos possa aterrissar e determinar se humanos poderiam sobreviver em expedições a Marte.

Agencia Estado,

10 de março de 2006 | 20h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.