Sonda européia mapeia o próprio ponto de impacto

A sonsa Smart-1, da Agência Espacial Européia (ESA), produziu um mosaico de imagens da região da Lua com a qual a nave deverá colidir, na madrugada do próximo domingo. A seqüência de fotografias que compõe o mosaico foi feita no dia 19 de agosto, de uma altitude de 1.200 km, com uma resolução de 120 metros por pixel. Ao se chocar com a Lua, a Smart-1 estará voando do Norte para o Sul, e atingirá a superfície 46 segundos antes do que deveria ser o ponto mais baixo de sua última órbita. Isso acontecerá por conta dos contornos do terreno. Espera-se que o impacto ocorra às 2h41min52s de 3 de setembro, nas coordenadas 46,2º Oeste e 33,3º Sul.Às 21h37 do sábado, a sonda passará sobre a cratera Clausius. Se a sonda passar em segurança pela cratera, sem entrar em contato com a borda, "ela fará sua última órbita para a morte prevista", de acordo com o cientista do projeto, Bernard Foing.Alterada às 18h10 para correção do horário de impacto

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.