Sorocaba revoga aumento na tarifa de ônibus

O prefeito de Sorocaba, Antonio Carlos Pannunzio (PSDB), assinou decreto no início da noite desta quarta-feira revogando o aumento na tarifa de ônibus, concedido há uma semana. Com isso, o passe social, mais usado pela população, que tinha subido para R$ 3,15, volta a custar R$ 2,95. Pannunzio, que após os três protestos já realizados na cidade tinha descartado a redução, disse que a medida foi motivada pela decisão da presidente Dilma Rousseff de desonerar os custos do transporte coletivo. "Acompanhamos também a redução das tarifas do transporte público em São Paulo, anunciadas pelo governador Geraldo Alckmin e pelo prefeito Fernando Haddad."

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

19 de junho de 2013 | 19h36

Segundo ele, as manifestações de descontentamento também foram levadas em conta. "Percebemos um grande clamor dos jovens, não só nessa questão da tarifa, mas também pela moralização do país, clamor, aliás, mais do que válido." Apesar da decisão, a manifestação de protesto programada para esta quinta-feira na cidade está mantida.

Em Itu, cidade da região, o prefeito Antonio Luiz Carvalho Gomes (PSD) decidiu cancelar o aumento que elevaria, na segunda-feira, 24, a tarifa de ônibus de R$ 3 para R$ 3,20.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosSorocabatarifas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.