SP: feirão de imóveis da Caixa movimenta R$ 2,5 bi

Terminou, neste domingo (20/05), o 8º Feirão Caixa da Casa Própria, que foi realizado em São Paulo. Durante os três dias do evento, 61.775 pessoas passaram pelo local, e foram negociados mais de R$ 2.528.363.189,38, entre contratos assinados e encaminhados, correspondendo a 21.155 contratos. Comparado ao ano passado, houve um incremento de 19,9% em volume de negócios.

EQUIPE AE, Agência Estado

20 Maio 2012 | 23h03

O superintendente regional Paulo José Galli avalia que o Feirão de São Paulo superou a expectativa da Caixa. "O resultado deste ano foi um sucesso. Ultrapassamos os R$ 2 bilhões realizados em 2011, alcançando neste ano, a marca de mais de R$ 2,5 bilhões e mais 21 mil contratos assinados. Isso demonstra que o público está cada vez mais qualificado e que a queda de juros agradou os interessados em adquirir a casa própria", disse. No evento, foram oferecidos 218 mil imóveis, distribuídos pelas regiões da capital, região metropolitana e litoral. Neste ano, o visitante teve como opção de compra, 193.500 imóveis usados e 24.500 novos ou na planta. Desses, 15.200 imóveis estão enquadrados no Programa Minha Casa, Minha Vida.

Participarão dessa edição, 95 construtoras, 133 imobiliárias e outros parceiros institucionais ocuparam uma área de 22 mil m². Mais de 500 empregados da Caixa estão trabalhando para atender o público visitante. A rede de agências da Caixa continua a atender as pessoas interessadas em financiar a casa própria, com as mesmas condições do Feirão. O site oficial www.feirao.caixa.gov.br também permanecerá disponível aos interessados. O evento também aconteceu, neste final de semana, em Curitiba e Fortaleza. De 25 a 27 de maio, será a vez de Uberlândia, Campinas e Porto Alegre e, por fim, de 08 a 10 de junho em Belém e Florianópolis.

Mais conteúdo sobre:
imóveis feirão Caixa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.