SP inicia recadastramento de servidores em 7 de abril

O recadastramento obrigatório dos servidores e empregados públicos e militares estaduais da ativa em São Paulo começará no próximo dia 7 de abril. A atualização dos dados cadastrais deverá ser feita pelo servidor no mês de seu aniversário pela internet ou por formulário disponível nos departamentos de recursos humanos. Aqueles que não fizerem o recadastramento terão o salário suspenso. A situação só será regularizada após a atualização dos dados na unidade de recursos humanos a que o funcionário estiver vinculado.Os aniversariantes dos meses de janeiro e abril serão os primeiros a se recadastrar. Os que fazem aniversário em fevereiro devem se recadastrar em maio e os que nasceram em março devem fazer a atualização de seus dados em junho. Neste ano, foi incluída no recadastramento uma pergunta específica sobre habitação. O objetivo é saber quantos servidores não têm residência própria e se existe interesse, por parte deles, em participar do Programa Habitacional de Integração (PHAI) do governo do Estado, que possibilita a compra de moradia com juros subsidiados.O objetivo do recadastramento, de acordo com a Secretaria Estadual de Gestão Pública, é manter os dados dos servidores atualizados para dimensionar a força de trabalho necessária ao funcionamento do Estado, planejar o seu perfil futuro, ampliar o Programa de Requalificação e Capacitação dos Servidores e incentivar ações de qualidade de vida no trabalho do funcionário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.