SP prorroga campanha de vacinação contra pólio

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo prorrogou a vacinação contra a paralisia infantil até o dia 28 de junho. De acordo com a calendário nacional, a campanha terminaria nessa última sexta-feira, dia 21. O Estado não cumpriu a meta de imunizar 2,4 milhões de crianças entre seis meses e cinco anos de idade - número que corresponde a 95% do público-alvo. Segundo balanço da pasta, até esta segunda-feira, 24, ao menos 400 mil crianças ainda não tomaram a vacina.

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

24 de junho de 2013 | 16h41

São Paulo não registra casos de poliomielite desde 1988 e no Brasil o último caso foi há 24 anos, mas o vírus ainda circula em outros países. A Secretaria informou que a vacina é segura e os efeitos colaterais são extremamente raros. A pasta pede ainda que os pais ou responsáveis levem aos postos de saúde a caderneta de vacinação das crianças. A ideia é aproveitar a campanha para atualizar as doses de outros tipos de vacina que estejam em atraso.

Tudo o que sabemos sobre:
vacinaçãoparalisia infantil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.