SP: Volta do Litoral é complicada nas rodovias

Para quem passou o ferido no litoral, o retorno à capital paulista continua complicado. O Sistema Anchieta-Imigrantes tem tráfego intenso, apesar dos funcionários da concessionária Ecovias afirmarem que não há nenhum ponto de lentidão na serra e no planalto. Entretanto, na Baixada, há congestionamento de cerca de 5 quilômetros no trecho de semáforos, em São Vicente. Também na parte administrada pela Ecovias, na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, há dois quilômetros de lentidão. A situação é caótica no perímetro urbano, dos balneários de Praia Grande, Mongaguá e Itanhaém.O turistas que retornam do Litoral Norte encontram tráfego intenso em todas as rodovias: Oswaldo Cruz, dos Tamoios, Mogi-Bertioga e Rio-Santos. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), apesar do grande volume e da lentidão, principalmente nos trechos de serra, não há acidentes e nem pontos de congestionamento. Também não há neblina e a visibilidade é boa. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o fluxo de veículos na Rodovia Régis Bittencourt que liga São Paulo a Curitiba e dá acesso às cidade do Litoral Sul paulista é intenso também. Hoje não ocorreu acidentes que provocassem interdição dessas pistas, comuns em fins de semana e feriados. Porém, há trecho de lentidão entre os municípios de Miracatu e Juquitiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.