Starbucks: bananas anticrise

A gigante Starbucks, que anunciou o fechamento de 600 unidades nos Estados Unidos e fez com que o seu seu proprietário, Howard Schultz, voltasse à direção das empresas, apresentou na terça-feira ao mercado americano uma de suas estratégias para sair da crise: combinações nutritivas, sem café. São duas bebidas lançadas nacionalmente nos EUA, que receberam o nome de Vivannos, e duas geladas exclusivas para a região de Los Angeles: orange mango banana e banana chocolate, que levam em suas receitas frutas, leite, cacau e fibras e somam apenas 300 calorias.

O Estado de S.Paulo

17 Julho 2008 | 03h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.