Stephen Hawking experimentará vôo em gravidade zero

O físico britânico Stephen Hawking, conhecido por seu estudo do Universo e que vive confinado em uma cadeira-de-rodas por causa de uma doença motora, experimentará nesta quinta-feira, 26, a sensação de gravidade zero, em um vôo que fará manobras sobre o Oceano Atlântico. Hawking, que soube popularizar parte de seus estudos teóricos em clássicos como Uma Breve História do Tempo, viverá a experiência cada vez que a aeronave realizar ?mergulhos? de 25 segundos no ar.A companhia americana Zero Gravity, que normalmente cobra de seus clientes uma taxa de US$ 3.750 (cerca de R$ 7,5 mil) pelo passeio, abriu mão de cobrar o valor do cientista, diagnosticado com uma rara esclerose degenerativa nos anos 60, aos 22 anos.Durante os mergulhos, Hawking flutuará livre de sua cadeira de rodas e sem restrições de seus músculos paralisados. Futuro espacialA aeronave partirá do Centro Espacial Kennedy, da Nasa, a agência espacial americana, na Flórida. A tripulação realizará um primeiro mergulho e só fará outros se dois médicos e três enfermeiros que acompanham o físico garantirem que ele não sente efeitos colaterais maléficos.Hawking, um dos cientistas mais renomados por seus trabalhos sobre buracos negros e a origem do Universo, é um defensor da idéia de que "a raça humana não terá futuro se não se lançar ao espaço", conforme disse à BBC."Sempre quis ir para o espaço em toda a minha vida. Para alguém como eu, com músculos que não funcionam muito bem, a gravidade zero será uma felicidade."Hawking, 65, já tem reserva para um vôo sub-orbital que deve começar a ser realizado em 2009. O próximo objetivo, segundo ele, será ir para o espaço.

Agencia Estado,

26 de abril de 2007 | 11h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.