STF abre processo contra deputado

Pará

, O Estadao de S.Paulo

22 de novembro de 2009 | 00h00

O deputado Wladimir Costa (PMDB-PA) e seu irmão Wlaudecir Costa vão responder a processo por crime de peculato. O STF acolheu denúncia segundo a qual, de fevereiro de 2003 a março de 2005, os irmãos contrataram três funcionários fantasmas na Câmara. Os três sacavam quase todo o valor do salário e o entregavam a Wlaudecir, que, por sua vez, depositava o dinheiro na conta do deputado. A defesa alega que não há provas ou sequer indícios da prática do suposto delito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.